quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Cume da Bicuda x3 !!!

Neste fim de semana rolou mais uma expedição à Pedra da Bicuda em Brejo da Madre de Deus, visando terminar a conquista da via Costas Quentes.

Saímos de Recife sábado às 7h, depois de muitas tentativas mal sucedidas. Fomos eu, Geysson, Luciano e Miguel encontrar com Dago que já estava por lá.

Chegamos na pedra quase 12h, nos dividimos em duas cordadas, Dago e Miguel foram pra Costas Quentes enquanto Luciano, Geysson e eu fomos dar uma investida na via Primeiro Dia do Resto de Nossas Vidas (4° VIIa E3), primeira via da pedra, aberta a mais de 3 anos, predominantemente em móvel e termina no cume do totem!

Entrei guiando a primeira enfiada, briguei com a urtiga no meio do caminho e passei calado nos marimbondos, demorei pra achar a parada, que se afasta um pouco do diedro, mas cheguei! Em seguida vieram Luciano e Geysson, que resolveu descer da P1 mesmo, após conseguir tirar um friend que quase virou proteção fixa. Continuamos na segunda enfiada, 50m, um grampo no meio e um no final, vamo lá. Terceira enfiada, Luciano guiou passando por baixo de uns blocos entalados, como se fosse em uma caverninha, até chegar no platô onde a montanha se separa do totem, formando um V. Na quarta enfiada uma fendinha curta e uma saída fixa pra esquerda, foi o crux. O próximo lance é uma travessia pra esquerda e uma subida no final, toda em móvel, nenhum bomba! Agora estamos na frente da pedra novamente, só que no totem. Saindo da parada em móvel vamos direto pro “quase cume”, passando pelas macambiras e chegando ao ultimo grampo das costas quentes (a essa hora a outra dupla já tinha descido, depois de chagar no cume). Daí tem uma escalaminhada até o cume real, chegamos lá de noite, segunda repetição da via Primeiro dia do Resto de Nossas Vidas!

Cauí na primeira enfiada


Voltando no tempo um pouco, enquanto eu e Luciano estávamos na P2, ouvimos uns gritos, era Dago e Miguel no cume, após terminar a Costas Quentes! Como tem escrito nos posts abaixo, faltava conquistar uma barriguinha de uns 6m que seria o crux da via, 7b/c negativo em regletes. Acontece que o Dago passou esse lance com dois grampos (lindo lance, proteções no lugar certo) chegou em um platô, foi acometido pela febre do cume e esticou mais uns 20m até o local do grampo mencionado no parágrafo acima, deixando para proteger o resto depois. Daí tocou pro cume com o Miguel.

(Dago conqusitando o segundo lance de 7b)

video
Cliff escapando...ops

(Dago no cume)

(Miguel no cume, lá atrás a Serra do Ponto, nenhuma via, por enquanto...)

No domingo, Luciano e eu escalamos a Costas Quentes, terminando de protegê-la e fazendo a 3ª visita ao cume no fim de semana, essas fotos fico devendo. Geysson estava nessa também, mas fez um pequeno taio no dedo e teve que ir pro hospital fazer um curativo, algumas horas depois ele estava de volta...hehehehe.

Dago e Miguel deram uma explorada na pedra, margeando-a pra direita, depois foram continuar a conquista iniciada semanas antes, no positivo ao lado do diedro da via Primeiro Dia do Resto de Nossas Vidas, renderam mais dois grampos batidos só com marreta e broca 12, desviando um pouco pra esquerda, para não coincidir com a via ao lado, mantendo sua característica de proteção.

(Projeto do lado direito, já com 60m)


2 comentários:

Chalegre disse...

Estive com Mariana em JP nesse final de semana que voces estavam repetindo a via e descobri, pelo menos foi o que ela disse, que o nome da via é: O primeiro ano do resto de nossas vidas!

Dá pra acreditar?

Cauí disse...

kkkkkkkkkkkkkk
há divergencias então...
no croqui tá o primeiro dia.
podia ser "o primeiro dia do primeiro ano do resto de nossas vidas" então neh...
kkk