sexta-feira, 13 de maio de 2016

Dia das Madres - Nova Via na Pedra do Caboclo - Belo Jardim/PE

Essa bela montanha fica a apenas 30 km de Brejo da Madre de Deus, local mais frequentado do estado, e apresenta um cenário interessante para boas escaladas de aventura, com direito a aproximação mais exigente, sombra, temperatura agradável, chaminés e muito uso de proteção móvel! Conquistamos agora apenas a segunda via que faz cume na montanha, ambas nesse estilo lindo e exigente de escalada.

Pedra do Caboclo

A primeira via foi a Chaminé Belo Jardim, cujo relato está aqui, a segunda, relato a seguir.

No final de semana passado saímos Miguel e eu de Recife, rodamos 200 km de boas estradas até Belo Jardim, cidade no agreste do estado, onde encontramos o escalador local Bruno Santos, de lá subimos para a Pedra do Caboclo, situada no distrito de Serra dos Ventos, município de Belo Jardim, Pernambuco.

Andamos por mais de uma hora e meia até chegar na base da via que havíamos iniciado no começo do ano, na ocasião foram dois dias de investidas com muita chuva e pouco progresso (apenas uma enfiada), o vídeo está aqui. Nos equipamos e guiei a parte que já estava pronta, muito bom escalar sem furadeira. 

A primeira enfiada segue por dentro de uma grande chaminé, mas são poucos lances em que se usa a técnica de chaminé mesmo, na maior parte se escala pelas agarras, a proteção é mista, friends e chapeletas, existe uma parada dupla no meio, mas a boa é tocar até a última chapa dentro da chaminé.
A partir daí fugimos de um off-width fdescendo de baldinho de 5m nessa chapa (existe um mosquetão abandonado), chegando no início da chaminé ao lado, onde tem uma parada dupla.

 Miguel e Bruno na P2

Puxei Miguel e Bruno e como estava gostando da ideia de escalar sem furadeira, resolvi arriscar subindo leve a próxima enfiada, acho que foi uma boa escolha, pois saiu integralmente em móvel, inclusive a parada. Esta segunda enfiada é muito bonita e talvez a mais exigente da via, a proteção é boa. mas algumas quedas podem ser grandes, existem muitas agarras ao longo da chaminé, que exige umas técnicas bem psicodélicas.

Vegatação

Parei em móvel e a águia chilena veio falar comigo, felizmente ela queria só conversar, não dei muito papo e ela ficou voando em volta só. Acabamos batendo um grampo nessa parada, pois daí pra cima a escalada passa a exigir alguns equipos a mais  como um par de estribos e cliff, então, quem quiser, faz até ali e desce tranquilo.

P2 reforçada

Miguel pegou a ponta da corda e conquistou um bonito lance de VI talvez, protegido com chapas, depois eu toquei uma parte que acabou em uma sequencia de artificial pois havia muito musgo na pedra, cinco grampos e no final um cliff de buraco, sobe no estribo e sai em livre até a parada. Enfiadinha curta, mas bem legal.


Mieguel, depois eu na terceira enfiada

Da P3 tivemos que fazer uma escolha, tocar pela pedra, com muuuuuuita vegetação cobrindo a rocha ou rapelar novamente pra dentro de uma mega-canaleta de mato e assumir de vez o trepa-mato. escolhemos a segunda opção e Miguel tocou, passando por um buraco de mato que lembrou (forçando muito a barra) aqueles túneis de gelo no cume do Cerro Torre, parando em um platô intermediário de onde nos gritou que o cume estava ganho! Quando chegamos vimos que havia mais caminho pra cima e o Bruno seguiu na ponta.

Bruno e eu, início da canaleta

"Eita porra", ouvimos algo parecido dele lá em cima, a canaleta de mato terminava com um blocão entalado e muito musguento pra continuar seguindo tranquilo. Ele nos puxou parado em uma boa árvore e fomos pensar o que fazer.

Bruno nos cliffs!

Subi entre a pedra e uma árvore e com algumas tentativas lacei uma agarra alta com o cliff, tipo filme antigo do Batman, Bruno subiu no estribo, bateu um grampo, depois mais um e conseguiu quase dominar o bloco, um grampo mais no veneno e ele saiu do perrengue! Parada em uma mega árvore e de lá seguimos andando/escalaminhando pro cume! De lá descemos andando, por pouco mais de 30 minutos até o carro!




No estacionamento tem um restaurante que serve um peixe incrível, infelizmente chegamos tarde no sábado e com muita pressa pra ir embora no domingo, perdemos, paciência.

 Chaminé Belo Jardim e Dia das Madres

 Caminhadinha até a base das vias


Dia das Madres - traçado

Nenhum comentário: